GREEN KNIGHT


Este Blog destina-se à partilha da vida e de algumas experiências que vou partilhando com os amigos que aqui resolvam entrar e deixar o seu rasto. São todos bem-vindos e espero que gostem das coisas que vou postando, dentro das minhas possibilidades.Gostaria que este Blog fosse mesmo um campo de papoilas, em que possamos trotar felizes. E conto com as vossas agradáveis visitas! Um abraço a todos!







quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

ESTÁ EM JOGO O FUTURO




AS MOTIVAÇÔES DOS JOVENS DOS ANOS 60.

Por vezes (e não poucas)


recebemos cartas em que os nossos leitores nos pedem conselho sobre a carreira que hão-de seguir, sobre a espécie de estudos a que se hão-de dedicar.


Embora tais provas de confiança nos sensibilizem muito, somos obrigados a responder a esses rapazes e a essas raparigas, que ninguém, à distância sem os conhecer a fundo, nem a eles nem às famílias, nem ao meio em que vivem, pode dar-lhes conselho de tão grande importância, «Ser um homem» é qualquer coisa que não se pode esperar de outrem, qualquer coisa que temos de empreender por nossas mãos.
Naturalmente que para escolher é necessário ter critério, bom senso.
Quem quer escolher uma carreira deve ter em conta: 1) a sua vocação. Inútil querer ser engenheiro, se a matemática nos causa urticária…ou pensar em ser secretária de direcção quando se é ultra distraída; 2) os seus gostos: quem ama verdadeiramente as letras dificilmente se adaptará a um trabalho técnico. Estará mais indicado para o estudo de línguas com as vastas possibilidades que hoje oferecem as profissões liberais; 3) a vontade dos pais, especialmente quando se trata de continuar um negócio de família; 4) as possibilidades concretas de encontrar colocação.
Tolice querer ser médico ou advogado numa região onde os profissionais de Medicina ou Direito sejam em número exagerado.
De qualquer forma, cada trabalho tem a sua dignidade e a sua utilidade, desde que seja feito com consciência e devoção. Ser médico ou sapateiro, cientista ou empregado de balcão, pouco importa para a cotação que um homem possa ter perante a sociedade. O que é preciso é ser um bom médico, um sapateiro hábil, um cientista estudioso, um em pregado de balcão atento ao seu trabalho. São esses os únicos que vencem. Os outros falham, porque «nasceram cansados». Esses nunca chegam a ser homens, porque não têm a mínima vontade de o ser.
Semanário juvenil
ZORRO
Estávamos em 10-Novembro de 1962

10 comentários:

São disse...

Muito interessante, mesmo

Qual será a vocação desta gente jovem de agora?


Bons sonhos, meus amigos

Kim disse...

Pois é amigo Zé.
Há muita gente que já nasceu cansada e não vai a lado nenhum.
E nos cá vamos cantando e rindo!
Abraço

DAD disse...

Infelizmente anda tudo tão baralhado que esta geração terá dificuldades acrescidas para conseguir aquilo que realmente poderia vir a ser a sua real expectativa...
No nosso tempo íamos para o curso que queríamos - eram menores as opções mas entrávamos e agora...
é sempre uma incógnita...
Grandes asneiras deveremos ter feito para obter uma sociedade como a nossa...
Beijinho para os dois,

Green Knight disse...

Concordo em absoluto!
O que semearmos colheremos!
Seremos sempre os responsáveis pelo que deixarmos.
Essa é a minha grande frustração.

Beijinhos e abraços
jrom

SEVE disse...

Sem dúvida JRom pois nunca poderemos esquecer que existem (pelo menos) quatro coisas na vida que não se recuperam:
-a pedra depois de atirada
-a palavra depois de proferida
-a ocasião depois de perdida
-o tempo depois de passado

elvira carvalho disse...

Curioso. Há cada vez mais gente que nasceu cansado.
Eu sei que a vida está má e que há muito desemprego. Nos meus 40 anos de trabalho, trabalhei com gente que se o patrão lhes levasse o dinheiro a casa não punham os pés no trabalho.
Um abraço

Maria disse...

Jrom amigo:
Que saudades do Zorro, do Cavaleiro Andante, da Formiga e outros mais.
Divertiam, ensinavam.
E agora? como diz o Kim: cá vamos cantando e rindo!
Beijinhos para a Mariana e para ti
Maria

elvira carvalho disse...

Passei. Deixo um abraço e votos de boa semana

Laura disse...

É como diz o Kim; já nasceram cansados, a maioria e já nada há a esperar a não ser que Deus tome o leme da vida, do Mundo...
Estamos a afundar-nos cada vez mais e isso é o pior que pode acontecer! Tudo desmotivado, os jovens sem empregos decentes, casais sem ter onde viver, perdem as casas, é um absurdo esta nova forma de vida que nos estão a impor e a roubar o que é de cada um que trabalha e desconta.
Desde que comecei a ganhar em miúda, recebia o salário direitinho em mãos, nada de recibos, etc etc... quando fui para a Empresa de Import. Export. e me dizem que ia ganhar xis, e que depois haveria os descontos, ah, aí pensei; ora, oraaaaa, estão a levar-me o que não devia ser, quais descontos? não pode ser, e fui sempre frustrada porque sentia que me estavam a roubar..e assim é, e assim foi sempre...... Não é justo, a saúde, essa, sim, vale os descontos, mas as Finanças, olha, apetece dizer; p que os p.... agora é mesmo roubo descarado, mas, isso também vai acabar, tem de acabar e depois de saber para onde vai esse rico dinheirinho que nos custa a ganhar...vamos a ver se a vida não endireita..Haja Deus para nos levar a Bom Porto!

Um abraço, ando muito ausente mas é casa, mãe, escola, ufaaaaaaa..

laura

São disse...

Amiga, venho desjar-lhe um agradável Dia da Mulher!!

Um abraço apertado